Desporto

Benfica lidera isolado o grupo C da Champions

2015-10-01 05:50:17 (UTC+01:00)

O Benfica lidera isolado o grupo C da Champions, com seis pontos, depois de ir ao Vicente Calderón aplicar derrota por 2-1 aos homens de Diego Simeone.

Nos colchoneros Tiago, Jackson Martinez e Angel Correa impunham respeito (que jogão fez Correa que inaugurou o marcador) mas, tal como havia dito Rui Vitória, o Benfica também sabia como explanar os argumentos, leia-se, a arte das suas individualidades. Foi o que fez.

O primeiro remate foi, até, de Jonas (que saiu lesionado). Mas começou melhor o Atlético, muito pressionante, com jogadas e lances de perigos consecutivos, muitos deles através de bolas paradas.

Jackson Martinez, ilustre conhecido (jogou no FC Porto), teve várias ocasiões de golo mas as bolas ou iam por cima, ou o próprio avançado colombiano não chegava a tempo. E ainda se queixou Tiago de uma grande penalidade (11 minutos) que não foi assinalada depois de a bola ter tocado a mão de André Almeida na área.

O jogo foi seguindo, combativo, até que Correa fez andar o marcador a passe do tão mediático Griezmann.

Temia-se que os jogadores da Luz se fragilizassem com o golo, mas Gaitán não permitiu que a equipa fosse para o descanso em desvantagem. Aos 36 minutos repôs a igualdade, contando com a ajuda de um milimétrico centro de Nélson Semedo (que jogo fez o camisola 50 da Luz).

Desengane-se, de novo, quem pense que o Benfica iria quebrar.
Que o diga Júlio César, autor de duas magistrais e seguidas defesas : primeiro a remate de Jackson e depois, na recarga, de Correa.

O melhor estava para mim e chegou aos 51 minutos quando Gonçalo Guedes coroou a sua bem conseguida exibição com golo de levantar o estádio (e os três mil benfiquistas souberam fazer-se ouvir).

Gaitán, pois claro, foi o autor do passe pela direita com Guedes a não desistir do lance e a esticar a perna direita que conferiu à bola o arco perfeito para fazer balancear as redes de Oblak.

Simeone já mexera nas peças, fizera entrar El Niño mas a noite era dos niños do Benfica. Uma das melhores exibições do Benfica, um jogo que muito vai fortalecer o bicampeão. [FM]