Desporto

Blatter assume meia culpa sobre os últimos acontecimentos

2015-05-29 12:28:00 (UTC+01:00)

O presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter inaugurou hoje em Zurique o 65º Congresso da FIFA. Um Congresso, onde o líder máximo deste organismo apelou à "disciplina, respeito e jogo limpo".

Blatter assumiu meia culpa sobre os últimos acontecimentos que abalam o planeta futebol.

"Sou o responsável de tudo o que se passou, mas a responsabilidade tem que ser partilhada com o Comité Executivo". No dia que irá decidir a sua continuidade ou o seu adeus à frente do maior organismo de futebol mundial, Blatter reiterou que "a FIFA não pode controlar o mundo inteiro, devem ser as federações a fazê-lo". "Não é coincidência que isto esteja a acontecer a três dias das eleições. Nem todos podem ter uma conduta ética porque vivemos num mundo muito amplo e impossível de controlar".

"Peço ao futebol que se volte a unir novamente. Vou lutar pela transparência, para evitar a corrupção. Quero um futebol limpo".

"A FIFA converteu-se numa empresa. Não é um clube de natação ou de pesca. Converteu-se numa grande empresa que requer apoio e compreensão dos acionistas desta empresa, que são vocês, os presidentes das Federações". [FM]