Desporto

Chiquinho e Norton na lista de candidatos a seleccionador

2021-04-06 11:27:32 (UTC+01:00)

O técnico moçambicano Chiquinho Conde disputa a vaga de seleccionador nacional com o português Luís Maria “Norton de Matos”, de 67 anos de idade.

MAPUTO- Conde, ex-capitão dos Mambas, antigo jogador do Ferroviário da Beira, Palmeiras da Beira, Maxaquene, Belenenses, Sporting de Braga, Sporting de Portugal, Vitória de Setúbal, Tamba Bay (EUA).

Chiquinho orientou a Selecção Nacional por uma vez, num amigável com a selecção portuguesa, antes do Mundial de 2010, e já foi campeão nacional pelo Ferroviário de Maputo e a União Desportiva do Songo, tendo treinado o Maxaquene e Desportivo, Vilanculos FC, e V. Setúbal B, em Portugal, estando neste momento sem clube.

Por seu turno, Norton de Matos treinou várias equipas secundárias portuguesas como o Atlético CP, Barreirense, Sporting de Espinho, Lusitana, na década de ‘90, mais adiante o Salgueiros e Vitória de Guimarães. Consta do seu curriculum ter treinado a equipa B do Benfica de Portugal, até 2013, Chaves, como a selecção da Guiné-Bissau, em 2012, assim como as selecções da Índia de sub-17 e sub-19, de 1997 a 1999. Foi director do futebol profissional do Sporting Clube de Portugal. Como futebolista, Norton representou o Belenenses, Académica, Atlético, Standard Liége, Portimonense, terminando a carreira no Estrela de Amadora, em 1987.

Também consta da lista dos candidatos a seleccionador o português José “Rui Águas”, ex-jogador do Benfica de Portugal, Sporting de Braga, Marítimo, Estoril e selecção de Portugal, e como treinador foi adjunto no Benfica e no Santos (Brasil) e também foi seleccionador de Cabo Verde.

O outro português indicado que se candidata ao cargo de seleccionador nacional é Rogério Gonçalves, que em Moçambique já treinou o Ferroviário de Nampula e Ferroviário da Beira.

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) ainda não se pronunciou quanto à data do anúncio do técnico que vai estar à frente da Selecção Nacional, em substituição de Luís Gonçalves, mas tudo indica que será antes do final deste mês, de forma que o escolhido possa reunir os primeiros elementos de reconhecimento ao terreno para saber como abordar os primeiros jogos da fase de grupos de apuramento ao “Mundial” do Qatar.











Fonte:Jornal Notícias