Desporto

Guarda-redes Jonas agredido em Maputo

2019-10-08 04:49:15 (UTC+01:00)

O guarda-redes do Desportivo de Nacala, Jonas, sofreu um atentado, perto da sua residência, nos arredores da cidade de Maputo, por indivíduos que se encontravam embriagados, tendo ferido o atleta no pescoço e na cara.

MAPUTO- De acordo com o próprio jogador, citado pelo jornal O País, o incidente aconteceu quando estava na companhia do seu primo, na noite da sexta-feira, após o jogo com o Desportivo de Maputo, que terminou empatado sem abertura de contagem.

Na ocasião, Jonas foi ferido quando dois indivíduos seguiram o carro onde estava, tendo vandalizado o vidro de trás, e quando saiu para se inteirar do que realmente aconteceu, foi surpreendido pelas costas.

"Depois do jogo da sexta-feira sai com meu primo para visitar a minha mãe. Saímos da casa da minha mãe já no início da noite e quando estávamos na rua da minha casa encontramos um grupo de jovens que estavam a consumir álcool e bloquearam a rua. Seguidamente pedimos para passar, mas alguns não gostaram da nossa acção e nos seguiram", começou a contar Jonas, em declarações ao jornal O País.

"Quando o meu primo estava a estacionar, dois jovens chegaram e partiram o vidro de trás do carro. Saí para ver o que estava a acontecer e só senti um corte no pescoço", prosseguiu o guarda-redes, tendo dito que "a seguir virei para ver quem era e vi que trazia uma garrafa. Não me deu espaço para reagir e atingiu-se na cara", contou Jonas.

O guarda-redes, que foi titular na passada sexta-feira, contou que tinha pedido despensa no Desportivo de Nacala para visitar a família e não regressar com os restantes jogadores, no sábado, sendo que o regresso estava previsto para esta segunda-feira, tendo em conta que o Moçambola vai parar para dar lugar aos trabalhos da selecção nacional.

Assim, Jonas encontra-se hospitalizado no Hospital Geral de Mavalane, podendo ter alta ainda ao longo desta semana.