Desporto

LMF apresenta quatro modelos de realização do Moçambola 2019

2018-09-13 07:30:39 (UTC+01:00)

A Liga Moçambicana de Futebol apresentou quatro modelos de realização do Campeonato Nacional de Futebol, o Moçambola, para a edição 2019. Os quatro modelos, continuam a registar um défice financeiro para levar a prova até ao seu final.

MAPUTO- "A experiência de gestão do Moçambola mostra a necessidade urgente de se encontrarem medidas não só para garantir a realização da edição em curso como também a necessidade de paulatinamente e com base num programa estruturante, se encontrar uma solução definitiva que garanta a sustentabilidade desta tão importante prova", sugere a introdução da Liga moçambicana de Futebol no encontro que teve com jornalistas desportivos e agentes desportivos, esta quarta-feira.

A insustentabilidade do actual modelo de disputa do campeonato nacional de futebol, no sistema de todos contra todos em duas voltas, aliado a problemas financeiros, levou a Liga moçambicana de Futebol a desenhar quatro modelos de disputa do Moçambola, para a edição 2019. O destaque dos modelos apresentados vão para a disputa da prova em dois grupos.

A Liga Moçambicana de Futebol mostra-se aberta a receber mais propostas. Entretanto, no encontro desta quarta-feira, os presentes não se mostraram favoráveis a discutir o assunto, remetendo o debate a um segundo encontro porque afirmaram terem sido apanhados de surpresa.

Na próxima terça-feira, a Liga Moçambicana de futebol volta a encontrar-se com os clubes para discutir, em definitivo, o melhor modelo da realização do Moçambola 2019.

Primeiro modelo

• O primeiro modelo é o actual e os outros três apresentam uma competição não regional mas sim uma zonal que compreendem aglutinar as equipas em numero de oito em cada grupo (A e B)

• O primeiro, compreende o modelo actual de dezasseis equipas numa prova de todos contra todos com trinta jornadas, orçado em 111.283.206,00Mts.

• e, em relação ao valor que a liga actualmente recebe dos seus patrocinadores, registar-se-á um défice de 58.688.606,00Mts.

• É o melhor modelo, pecando apenas por não haver capacidade financeira para cobrir a prova na totalidade.

Segundo modelo

• O segundo modelo compreende a realização de uma prova de todos contra todos nos respectivos grupos, apurando-se os primeiros cinco classificados de cada, totalizando dez, que irão disputar a fase final também em duas voltas para se apurar o campeão nacional

• Para a descida de divisão, os últimos três de cada irão igualmente realizar prova de todos contra todos em duas volta, descendo da divisão as equipas que se posicionar nos últimos três lugares

• Neste modelo, iremos ter 32 jornadas mais duas que o modelo actual, custando 77.238.955,00 e, em relação ao valor que que a liga actualmente recebe dos seus patrocinadores, registar-se-á um défice de 24.644,355,00Mts, tendo em conta o valor assegurado com os patrocinadores.

• É um bom Modelo, pecando apenas por não haver capacidade financeira para cobrir a prova na totalidade.

Terceiro modelo

• O terceiro modelo, compreende a realização de uma prova de todos contra todos nos respectivos grupos, apurando-se os primeiros quatro classificados de cada, totalizando oito, que irão disputar a fase final também em duas voltas para se apurar o campeão nacional

• Para a descida de divisão, os últimos quatro de cada irão igualmente realizar prova de todos contra todos em duas volta, descendo da divisão as equipas que se posicionar nos últimos três lugares.

• No terceiro modelo, iremos ter 28 jornadas mais menos duas que o figurino actual, custando 69.832.543,00Mts e, em relação ao valor que que a liga actualmente recebe dos seus patrocinadores, registar-se-á um défice de 18.737.943,00Mts

• É um bom figurino, porque nenhuma equipa fica sem competir, pecando apenas por não haver capacidade financeira para cobrir a prova na totalidade.

Quarto modelo

• O quarto modelo, compreende a realização de uma prova de todos contra todos nos respectivos grupos, apurando-se os primeiros dois classificados de cada, totalizando quatro, que irão disputar a fase final também em duas voltas para se apurar o campeão nacional

• Para a descida de divisão, os últimos quatro de cada irão igualmente realizar prova de todos contra todos em duas volta, descendo da divisão as equipas que se posicionar nos últimos três lugares

• No quarto modelo, iremos ter 20 jornadas menos dez com o primeiro, doze com o segundo, e oito com o terceiro, custando-43.686.333,00Mts e, em relação ao valor que que a liga actualmente recebe dos seus patrocinadores, não se irá registar nenhum défice.

• É um figurino possível porque a Liga não irá se endividar.