Paulo Ratilal é candidato único à presidência do Desportivo Maputo

2021-01-23 11:03:53 (UTC+00:00)

O Desportivo Maputo já tem candidato para as eleições agendadas para 6 de Fevereiro próximo. Trata-se de Paulo Ratilal que reúne o consenso de diversas sensibilidades do clube “alvi-negro” que está sem Presidente desde a demissão de Inácio Bernardo.

MAPUTO- Ratilal submeteu a sua candidatura na tarde desta sexta-feira, 22 de Janeiro, último dia para a entrega das listas a serem submetidas a sufrágio. Está candidatura é a junção de duas listas, sendo que a premira era encabeçada por Angelo Matenane que era o candidato escolhido pela “Raça Alvi-Negra” a falange de apoio do clube da baixa da capital do país.

A lista consensual e liderada por Paulo Ratilal foi “parida” após negociações pacíficas e tranquilas entre as várias sensibilidades do clube que a 31 de Maio vai completar 100 anos da sua existência. O objectivo comum de contribuir com sinergias para alavancar o clube e minorar a crise financeira foi o que norteou a junção das listas de Paulo Ratilal e Angelo Matinene, sendo que a primeira era suportada pelos sócios notáveis do clube a maioria dos quais membros do Conselho Consultivo do clube da águia.

Assim, a nova Direcção do GDM a ser submetida a sufrágio no próximo dia 6 de Fevereiro deverá ser composta por elementos da lista de Paulo Ratilal e Angelo Matinene. É deste modo que João Figueiredo deverá continuar Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Ângelo Matinene, Danilo Liasse e Adelino Chirindza serão os vices-presidentes.

Entretanto, João Figueiredo deverá anunciar nas próximas horas como irá decorrer o acto eleitoral tendo em conta o que está prevista na convocatória da Assembleia Geral na qual faz saber que “se até a data da sessão se mantiverem as limitações do número de pessoas devido a pandemia da Covid-19, a Mesa da Assembleia Geral emitirá orientações claras e precisas do modelo em que decorrerá o processo eleitoral, pelo menos até ao dia 22 de Janeiro de 2021 e as divulgará pelos meios mais expeditos e de fácil acesso para os sócios”.

Recordar que o Grupo Desportivo Maputo viu, a 18 de Setembro de 2020, a direcção de Inácio Bernardo apresentar a sua demissão, após pressão exercida pelos adeptos da Raça “alvi-negra”, sendo que nesta altura é dirigido por uma Comissão de Gestão indicada pela Presidência da Mesa da Assembleia Geral em coordenação com o Conselho Consultivo do clube e que é liderada por Danilo Liasse.








Fonte:LanceMZ