Desporto

Presidente da federação boliviana detido

2015-07-23 10:00:32 (UTC+01:00)

O Presidente da Federação Boliviana de Futebol e tesoureiro da Confederação Sul-Americana (CONMEBOL), Carlos Chavez, vai ficar em prisão preventiva por alegada corrupção.

O anúncio foi feito pelo procurador-geral do país, terça-feira, após decisão de um juiz.
Já o secretário-geral da Federação, Alberto Lozada, envolvido no mesmo caso, ficou em prisão domiciliária.

O Ministério Público da Bolívia iniciou a investigação após suspeitas de alegada corrupção na gestão dos recursos que entram no país, na sequência do escândalo de corrupção da FIFA, e tinha detido os dirigentes no final da semana passada. [FM]