Desporto

Quase dez anos depois Sporting voltou a vencer na Luz

2015-10-26 05:50:21 (UTC+00:00)

Quase dez anos depois, o Sporting voltou a vencer na Luz. E fê-lo de forma clara, por 3-0, resultado construído ainda na primeira parte. Foi um leão demolidor, eficaz, coeso que quase a cada ataque marcou golo.

O Benfica não entrou mal em jogo, mas revelou-se completamente incapaz de reagir ao primeiro golo leonino. Mas já lá vamos.

Rui Vitória apostou na mesma equipa que defrontou o Galatasaray, com Raul Jiménez no ataque, em vez de Mitroglou. No Sporting, Bryan Ruiz recuperou de lesão e foi titular. Os primeiros minutos mostraram um Benfica aguerrido, a tentar servir, sempre que possível, os alas, com constantes solicitações para Gonçalo Guedes e Gaitán.

O Sporting, por seu lado, apostou num meio-campo composto e em rápidas transições. Mas foi num erro encarnado que nasceu o primeiro golo. Mau passe de André Almeida, Adrien lançou Gutierrez e o colombiano, com alguma sorte à mistura, bateu Júlio César.

O Benfica sentiu muito a desvantagem, enquanto o leão ficou ainda mais confiante. Ao segundo ataque, novo ataque à águia. Sem grande pressão por parte dos adversários, Jefferson cruzou na esquerda, Slimani aproveitou a má colocação dos centrais e não perdoou.

Pouco depois, perda de bola a meio-campo, jogada de ataque de Slimani, remate para defesa incompleta de Júlio César e golo de Ruiz. Três oportunidades, três golos.

Na segunda parte, o Sporting controlou por completo a partida. Geriu os tempos de jogo, conseguiu ter maior posse de bola, e que esteve perto do 4-0 através de Jefferson. Ao Benfica correu tudo mal.

Fejsa entrou, viu cartão amarelo e foi substituído por lesão. Pizzi entrou e pouco acrescentou. A única ocasião nasceu dos pés de Raul Jiménez, mas o mexicano não bateu Rui Patrício.

De positivo para os encarnados, apenas a reação dos adeptos, em constante apoio à equipa. Dentro do relvado, viu-se um Benfica abaixo do Sporting, sem conseguir reagir. Em três jogos contra os rivais, esta época, as águias perderam sempre. Com Sporting (Supertaça e Liga) e com o FC Porto (Liga). [FM]