Segunda jornada foi menos produtiva

2021-01-25 12:03:23 (UTC+00:00)

Depois de uma primeira jornada cheia de surpresas e com muitos golos a mistura, a segunda foi pouco produtiva e confirmou o bom momento que algumas colectividades atravessam.

MAPUTO- O campeonato nacional de futebol rodou este fim de semana a sua segunda jornada, e o destaque vai para a Associação Black Bulls e o Ferroviário da Beira que somaram a segunda vitória e lideram a prova com seis pontos.

Se na ronda inaugural os touros não eram favoritos mas venceram no santuário do 25 de Junho, ontem, eram claros candidatos a conquistar os três pontos, e não deixaram os seus créditos em mãos alheias e levaram de vencida a turma da ENH de Vilankulo por 2x0. Uma partida que marcou a estreia do campo de Tchumene em provas oficiais.

O Ferroviário da Beira, depois de ter surpreendido o campeão nacional em título, foi ao Estádio 1º Maio em Lichinga derrotar o seu homónimo daquela cidade por 1x2, mantendo-se no caminho dos triunfos e no topo da tabela classificativa.

A ronda abriu na tarde de sábado com um clássico do futebol moçambicano, entre o Desportivo de Maputo e o Ferroviário também da capital do país que venceu por 0x3, uma partida que era aguardada com enorme expectativa porque colocava frente a frente dois candidatos ao título.

Num outro embate despertava as atenções dos adeptos, a União Desportiva do Sogo que na ronda anterior arrancou um empate sem abertura de contagem no Estádio da Machava venceu a Liga Desportiva de Maputo por 2x1, esta foi a segunda derrota da turma da Matola C.

O Costa do Sol voltou a pregar um susto aos seus adeptos que ainda tinham na memória a derrota da semana passada no caldeirão do Chiveve. Os canarinhos viram o Incomáti de Xinavane adiantar-se no marcador, mas depois conseguiram a cambalhota vencendo por 2x1, somando assim o primeiro triunfo na prova.

A pedreira na cidade portuária de Nacala, foi palco de um embate entre dois conjuntos do mesmo campeonato, Ferroviário de Nacala e Matchedje de Mocuba, com o triunfo a sorrir para os locomotivas por 1x0. O mesmo resultado foi verificado no embate entre o Textáfrica de Chimoio e o Ferroviário de Nampula, vitória dos axinenes.

Nesta jornada foram marcados 16 golos e não foi tão produtiva quanto a primeira que viu a bola a ″beijar‶ a rede por vinte e duas vezes (22 golos). Sendo que nesta segunda ronda houve golos em todas as partida. [FM]











Fotos:OC e LanceMZ