Internacional

38 jihadistas mortos em raide aéreo

2015-09-22 14:26:51 (UTC+01:00)

Cerca de 38 jihadistas do autoproclamado Estado Islâmico morreram segunda-feira na sequência de um raide aéreo do regime de Bachar al-Assad sobre as posições do grupo no centro da Síria.

MAPUTO- Abdel Rahmane, diretor do Observatório Sírio dos Direitos do Homem (OSDH), que falava à agência de notícia francesa France Presse (AFP) afirmou Tratar-se de raides precisos nas posições do Estado Islâmico (EI) em Palmira, al-Soukhna e al-Qaryatain, na província central de Homs.

O exército do regime de Bachar al-Assad multiplicou nos últimos dias os seus ataques contra a organização extremista, paralelamente com um reforço da presença militar do aliado russo na Síria.

Segundo consta no Noticias ao Minuto, especialistas próximos do regime de Damasco questionados pela France Presse afirmaram que a Rússia enviou conselheiros para treinar as tropas sírias nos novos equipamentos, nomeadamente um sistema de defesa aéreo de curto alcance e tanques, de forma a alterar a equação militar no terreno.

Por sua vez, as autoridades norte-americanas avançaram segunda-feira à AFP que a Rússia havia enviado 28 aviões de combate para a Síria.

Entretanto, o Moscovo negou ter tomado medidas adicionais para reforçar a sua presença na Síria, onde o conflito entre as forças governamentais e os rebeldes fez mais de 240.000 mortos em quatro anos e meio.

No entanto, o Kremlin defende o seu apoio a Damasco, sendo o seu principal aliado, e apela a uma aliança maior contra o Estado Islâmico, que incluiria a Síria e o Iraque. [RM]