Internacional

68 Milhões de crianças morrerão de doenças evitáveis até 2030

2015-06-23 15:36:20 (UTC+01:00)

Em torno de 68 milhões de crianças poderão perder a vida, em todo o mundo até 2030, por doenças evitáveis, diz o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

De acordo com a UNICEF isso vai acontecer se a comunidade internacional falhar na concentração da sua atenção nas mais crianças mais desfavorecidas no seu novo roteiro de desenvolvimento para os próximos 15 anos.

A agência da ONU alerta igualmente contra o risco de 119 milhões de crianças que continuarão cronicamente desnutridas; metade de um bilião de pessoas continuará a defecar a céu aberto, o que representa riscos graves para a saúde das crianças.

De acordo com a “AIM”, esta informação está contida no relatório final do UNICEF denominado “Progresso da Criança: Além das Médias”, publicado hoje e que trata dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODMs) relacionados com a criança.

Segundo o relatório, apesar de haver avanços significativos, oportunidades desiguais deixaram milhões de crianças a viver em situação de pobreza, a morrer antes de atingir os cinco anos de idade, sem escolaridade e a sofrerem de desnutrição crónica. [FI]