Internacional

Ataque de grupos armados mata quatro soldados do Chade

2020-11-26 04:03:58 (UTC+00:00)

Quatro soldados do Chade morreram ontem quando o pequeno barco em que seguiam no Lago Chade explodiu num ataque lançado pelos grupos armados, como o Boko Haram ou o Estado Islâmico na África Ocidental, que operam na região.

"Um pequeno barco que levava elementos do Exército chadiano de Ngouboua para Litri explodiu, matando quatro soldados chadianos", disse o prefeito da região, Dimoya Souapebé, citado pela agência France-Presse.

"Foi um dispositivo explosivo improvisado colocado na água por elementos do Boko Haram que explodiu quando a canoa passou, matando quatro soldados e ferindo cerca de 20 pessoas", acrescentou um oficial do exército à agência noticiosa, falando sob condição de anonimato.

O Lago Chade é uma vasta extensão de água com pântanos e pequenas ilhas, algumas das quais servem de refúgio ao grupo nigeriano Boko Haram ou ao seu ramo dissidente, o autodenominado Estado Islâmico na África Ocidental.

As ações do grupo terrorista Boko Haram começaram em 2009 no nordeste da Nigéria, espalhando-se depois aos vizinhos Camarões, Níger e Chade, principalmente à volta do Lago Chade e desde então mais de 36 mil pessoas morreram e 3 milhões tiveram de fugir das suas casas, segundo a contabilização das Nações Unidas.

O ataque desta quinta-feira sucede-se ao de 20 de outubro, que vitimou seis soldados do Chade numa emboscada na mesma região.