Internacional

Ataque do Boko Haram mata 40 pessoas no Níger

2015-06-19 08:34:08 (UTC+01:00)

Cerca de 40 pessoas morreram durante um ataque perpetrado pelo grupo terrorista Boko Haram contra civis em Diffa, no sudeste do Níger, indicaram ontem fontes locais.

Os atacantes incendiaram muitas casas de duas aldeias pertencentes à comuna de Gueskeru (a 45 quilómetros a sudeste da capital regional, Diffa), durante a noite de quarta-feira (17), quando quase toda a população dormia, disse à agência espanhola Efe o vice-presidente da câmara de Gueskeru.

Nenhuma fonte oficial do Níger mencionou, no entanto, o ataque.

O autarca de Gueskeru precisou que os atacantes, provenientes da vizinha Nigéria (onde o Boko Haram se impôs), fugiram depois de matarem cerca de 40 pessoas e possivelmente refugiaram-se no seu país.

Quando a polícia chegou ao local, já era demasiado tarde, mas realizaram uma operação de buscas dos autores.

Além de queimar as casas e assassinar os habitantes, os atacantes não sequestraram ninguém nem roubaram bens, pelo que tudo indica que se terá tratado de uma ação de retaliação contra o Níger pela sua política de combate àquele grupo “jihadista”.

Não é a primeira vez que o BH ataca o sul do Níger: no passado dia 25 de Abril, um grupo de homens chegados em lanchas atacou a ilha nigerina de Karamga, no Lago Chade, situado na mesma região de Diffa, onde fizeram 46 mortos e 32 desaparecidos.

Tal como o Chade, o Níger está desde o início deste ano envolvido na luta contra o Boko Haram na vizinha Nigéria. Estes três países mais os Camarões compartilham o Lago Chade, no extremo nordeste nigeriano, onde se localiza o Estado do Borno, feudo daquele grupo extremista. [FM]