Internacional

Aumenta o número de portugueses que não quer ter filhos

2020-12-04 08:46:42 (UTC+00:00)

Os portugueses continuam a ter menos filhos, segundo dados divulgados ontem, quinta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que regista que o número médio de filhos passou de 1,03 em 2013 para 0,86 em 2019.

O ano passado, segundo escreve MSN, 42,2 por cento das mulheres com idades entre os 18 e os 49 anos e 53,9% dos homens entre os 18 e os 54 anos não tinham filhos, percentagens que subiram 7 e 12 pontos percentuais, respectivamente.

Das pessoas questionadas, 55,1% das mulheres e 47,3% dos homens disseram que não queriam ter filhos ou não queriam ter mais.

Além disso, 9,7% das pessoas (8,4% mulheres e 11% homens) declararam não ter nem querer ter filhos, citando como motivos a vontade própria e o facto de ter filhos não fazer parte do seu projecto de vida.

O número médio de filhos desejados também desceu de 2,31 em 2013 para 2,15 em 2019.

O primeiro filho foi tido mais tarde do que o desejado em 45,1% das mulheres e 58,5% dos homens, por motivos que incluem a falta de estabilidade financeira e laboral e condições de habitação.

Uma grande maioria (89,8% mulheres e 85,9% homens) defendeu que deve haver incentivos à natalidade, indicando principalmente horários de trabalho flexíveis para pais e mães com filhos pequenos, mais acesso a creches, jardins de infância e actividades de tempos livres.