Internacional

Boko Haram afasta Cimeira da UA do Chade

2015-05-18 14:01:09 (UTC+01:00)

A reunião da próxima cimeira da União Africana (UA), a realizar-se no próximo mês de Junho, vai ter lugar na Africa do Sul ao invés do Chade, devido a receios de possíveis ataques por militantes do grupo nigeriano Boko Haram naquele país.

Mais de 50 chefes de Estado e governo, incluindo o moçambicano, Filipe Jacinto Nyusi, reunir-se-ão em Sandton, nos arredores de Joanesburgo.

De acordo com a AIM, o governo do Chade disse, em Janeiro deste ano, que não podia acomodar o evento, evocando razões económicas, mas uma fonte diplomática sul-africana afirmou que o receio de possível ataque por islamitas do Boko Haram é que terá ditado que o governo chadiano pedisse que a cimeira se realizasse num outro país.

De acordo com o senamário sul-africano 'Sunday Times', editado em Joanesburgo, Pretória manifestou-se disposta em acomodar a cimeira, a ter lugar entre 7 e 15 de Junho próximo.

Apesar do tema da ciméira ser “Ano do Empoderamento da Mulher e Desenvolvimento da Agenda da África até 2063”, espera-se que a recente violência xenófoba na África do Sul seja um dos pontos do encontro.

O 'Sunday Times' escreve que tudo indica que os líderes africanos vão pedir a África do Sul para explicar a forma como abordou os ataques xenófobos, que forçaram o regresso a Moçambique de mais de 1000 imigrantes. [FI]