Internacional

Burkina Faso anuncia morte de 32 "terroristas"

2019-11-18 08:12:12 (UTC+00:00)

Trinta e dois "terroristas" foram "neutralizados" na sexta-feira e no sábado em duas operações militares no norte do Burkina Faso, após o ataque de uma patrulha, anunciou o Estado-Maior num comunicado divulgado ontem à agência France Presse.

Um soldado do Burkina Faso morreu nos confrontos, precisou o Estado-Maior.
A AFP não pode confirmar o balanço de fonte independente.

Após o ataque na sexta-feira de uma patrulha de soldados perto de Yorsala (província de Loroum), "a reação vigorosa da unidade seguida de buscas na floresta de Yorsala levou a combates intensos que duraram várias horas", segundo o referido comunicado.

"Durante os confrontos, 24 terroristas foram neutralizados e diverso material recuperado" e "infelizmente morreu um soldado", precisou o Estado-Maior.

"A operação também permitiu libertar várias mulheres que foram detidas pelos terroristas e eram utilizadas como escravas sexuais", adiantou.

Com base em informações secretas, o exército realizou hoje "uma ação ofensiva nos arredores de Bourzanga (província do Bam), que permitiu neutralizar oito terroristas e recuperar um grande lote de armamento, munições e material diverso", indicaram ainda os militares.