Internacional

Cerca de 100 mil pessoas abandonaram suas casas no Sudão do Sul

2015-05-09 10:11:17 (UTC+01:00)

Cerca de 100 mil pessoas fugiram do estado petrolífero de Unity, a norte do Sudão do Sul, devido a intensos combates, revela hoje a ONU.

"Desde o início de maio, as atividades militares a sul de Bentiu, no estado de Unity, obrigaram a que 100 mil pessoas fugissem das suas casas", disse um coordenador humanitário da ONU no Sudão do Sul, Toby Lanzer.

Os confrontos da última semana terão sido dos mais mortíferos registados desde o início do conflito, em Dezembro de 2013, no país mais jovem do mundo, e que já provocou dezenas de milhares de mortos.

[FM- FOLHA DE MAPUTO]