Internacional

Cerca de 72 pessoas morreram em confrontos entre rebeldes e o exército sírio

2015-05-11 14:20:25 (UTC+01:00)

Cerca de 72 combatentes sírios morreram no domingo durante uma tentativa do exército para libertar 250 apoiantes do regime encurralados pelos rebeldes, informou esta segunda-feira o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Há duas semanas, quando os rebeldes tomaram a cidade de Jisr al-Shughur, o Presidente sírio Bashar al-Assad assumiu pessoalmente o compromisso de resgatar as tropas e civis encurralados num complexo hospitalar.

No passado domingo, o exército tentou chegar ao complexo e os rebeldes lançaram um ataque que resultou num combate que causou a morte de pelo menos 40 rebeldes e 32 soldados, segundo avança Rami Abdel Rahman, director do Observatório, à AFP.

Estão 250 pessoas presas no complexo, 150 das quais soldados, incluindo altas patentes, tal como as suas famílias e alguns empregados civis. [FM]