Internacional

Coreia do Norte ameaça reforçar programa nuclear

2017-09-13 12:58:44 (UTC+01:00)

O regime da Coreia do Norte declarou hoje que vai redobrar todos os esforços para potenciar ainda mais o programa nuclear e de mísseis para se posicionar ao nível dos Estados Unidos e responder às sanções da ONU.

A Coreia do Norte através de um comunicado difundido hoje em Pyongyang promete "levar a luta até ao final" e ameaça "redobrar esforços para aumentar a fortaleza que permite proteger a soberania e o direito de existir".

No mesmo documento, Pyongyang responsabiliza Washington pela "situação" e adverte que para manter "a paz e a segurança na região" é preciso estabelecer "uma situação de equilíbrio" militar com os Estados Unidos.

O regime de Kim Jong-Un pretende lançar, deste modo, uma mensagem de força reagindo às medidas de pressão impostas na segunda-feira pelas Nações Unidas prometendo incrementar os esforços militares.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros norte-coreano já criticou duramente as sanções que qualificou como "provocação atroz destinada a privar a República Popular Democrática da Coreia (nome oficial do país) do seu legítimo direito à autodefesa e a sufocar o Estado e o povo através de um bloqueio económico de grande escala".

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou por unanimidade um novo pacote de sanções económicas, incluindo limitações sobre a importação de petróleo, além de limitar as exportações dos têxteis norte-coreanos. [FM]