Internacional

Coreia do Norte bombardeia unidade militar sul-coreana

2015-08-22 10:36:35 (UTC+01:00)

A Coreia do Norte bombardeou ontem uma unidade militar sul-coreana localizada na secção ocidental da fronteira entre as duas Coreias, revelou a agência de notícias South Yonhap, citando fontes militares.

O ministério da Defesa sul-coreano disse não poder confirmar de imediato a notícia, que surge num momento de tensão nas fronteiras entre as duas Coreias. O incidente surge na sequência de um ataque com minas terrestres no início deste mês, que o Executivo de Seul considera ser da autoria de Pyongyang.

Em resposta, a Coreia do Sul disparou no mesmo dia dezenas de obuses contra a Coreia do Norte, anunciou o ministério da Defesa sul-coreano.

Pouco antes das 16:00 (09:00 em Maputo), os sul-coreanos detectaram a trajectória de um míssil disparado do território norte-coreano, da secção ocidental da fronteira que divide a península coreana, disse um porta-voz à agência noticiosa francesa AFP.

“Em resposta, o nosso Exército disparou dezenas de obuses de 155 mm em direcção ao local de onde as tropas norte-coreanas lançaram o míssil”, de acordo com um comunicado do ministério.

“Reforçamos o nosso nível de alerta e vigiamos atentamente os movimentos do Exército norte-coreano”, acrescenta o texto.

Até ao momento, desconhece-se qual a unidade sul-coreana visada, ou mesmo se os soldados sul-coreanos foram visados, e não foi assinalado qualquer impacto em território da Coreia do Sul.

Um representante das autoridades locais do município de Yeoncheon, a cerca de 60 quilómetros a norte de Seul, disse que os habitantes de várias aldeias fronteiriças receberam ordens para se protegerem em abrigos antiaéreos.

Os dois países atravessam novamente um novo momento de tensão, depois de, no início do mês, dois soldados sul-coreanos terem ficado gravemente feridos na explosão de minas colocadas na zona sul da fronteira coreana. [FM]