Internacional

Bolsonaro infectado pelo novo Coronavirus

2020-07-07 20:44:01 (UTC+01:00)

"As medidas que estou tomando são para evitar a contaminação a terceiros", disse Bolsonaro

Após minimizar doença por meses, presidente anuncia que seu teste teve resultado positivo. Ele afirmou que está “bem” e aproveitou para voltar a criticar medidas de isolamento impostas por autoridades estaduais.
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (07/07) que seu exame para detectar a covid-19 teve resultado positivo.

Bolsonaro, de 65 anos, se submeteu ao exame na segunda-feira, após dizer que estava sentindo sintomas leves da covid-19. Na ocasião, ele foi levado ao Hospital das Forças Armadas em Brasília para fazer uma ressonância magnética nos pulmões, antes de fazer um novo teste para o coronavírus.
Ao anunciar o resultado, em entrevista em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro aproveitou a ocasião para mais uma vez reclamar das medidas de isolamento impostas por prefeitos e governadores. "Levou um certo pânico à sociedade no tocante ao vírus. Todo mundo sabia que mais cedo ele iria atingir uma parte considerável da população. Eu, por exemplo, se não tivesse feito o exame, não saberia o resultado. E ele acabou de dar positivo."

"O fato de eu ter sido contaminado mostra que eu sou um ser humano como outro qualquer", disse.
Bolsonaro também disse que está se tratando com hidroxicloroquina, o medicamente que ele tem propagandeado como uma "cura", apesar de sua eficácia contra a covid-19 não ter sido comprovada e de agências sanitárias de vários países já terem descartado seu uso no tratamento da doença.
"Estou perfeitamente bem", disse o presidente. "Obviamente, as medidas que estou tomando, protocolares, são para evitar a contaminação a terceiros."

Bolsonaro afirmou ainda que não ficou surpreso com o resultado. "Confesso que achava que já tinha pego lá atrás, tendo em vista a minha atividade muito dinâmica perante a população", disse.
Nos últimos meses, em diversas ocasiões, o presidente contrariou recomendações e desafiou medidas impostas para evitar aglomerações ao realizar passeios pelo comércio, participando de atos com apoiadores e abraçando e cumprimentando pessoas.