Internacional

Julgamento de activistas angolanos sobre fortes medidas de segurança

2015-11-16 10:33:15 (UTC+00:00)

Começou hoje o julgamento de 17 activistas angolanos, 15 dos quais em prisão preventiva entre eles Luaty Beirão, acusados de prepararem uma rebelião contra o governo angolano.

Foi montado um forte dispositivo policial junto à 14.ª secção do Tribunal Provincial de Luanda.

Os arguidos são acusados de "actos preparatórios para o cometimento de crime de rebelião", como "mobilizar a população de Luanda para uma insurreição e desobediência civil colectiva, com a colocação de barricadas nas principais artérias da cidade capital e a queima de pneus em locais onde haja maior afluência de cidadãos estrangeiros".

O caso ganhou notoriedade quando o rapper e activista luso-angolano Luaty Beirão começou uma greve de fome que durou 36 dias.

Os 17 arguidos são estudantes, professores do ensino superior, engenheiros, jornalistas e um militar da Força Aérea, com idades entre os 18 e os 33 anos.

O julgamento terá sessões diárias até sexta-feira. [FM]