Internacional

Justiça suspende operações em mina da Vale por risco de desmoronamento

2019-03-16 08:12:53 (UTC+00:00)

A Justiça brasileira ordenou esta sexta-feira a suspensão das operações numa mina da empresa Vale devido ao risco de desmoronamento de uma barragem que faz parte do complexo localizado no estado de Minas Gerais.

A barragem situa-se no mesmo estado onde em janeiro a rutura de outra represa, também da empresa de exploração mineira Vale, causou 203 mortos e 105 desaparecidos.

A juíza Ana Paula Lobo determinou na sua sentença divulgada esta sexta-feira que a Vale fica proibida de construir, alterar ou usar a barragem, bem como de operar nas restantes estruturas da mina de Timbopeba, próximo da cidade de Ouro Preto.

A magistrada tomou a decisão após um pedido do Ministério Público de Minas Gerais que deu seguimento a um alerta da empresa alemã Tuv Süd feito à Vale sobre a necessidade de tomar medidas imediatas nesse complexo para evitar um risco social e ambiental.

A tragédia em Brumadinho, município mineiro no sudeste do Brasil, ocorreu em 25 de Janeiro, quando uma das barragens para limpeza de resíduos minerais sofreu uma rutura e causou um deslizamento de terras que enterrou as instalações da própria empresa e centenas de propriedades rurais.