Internacional

Trump diz que o mundo seria muito melhor com Kadhafi

2015-10-26 04:22:43 (UTC+00:00)

O mundo seria muito melhor se o ex-ditador iraquiano Saddam Hussein e o líbio Mouammar Kadhafi ainda estivessem no poder, disse o candidato republicano Donald Trump numa entrevista difundida este domingo.

"Sem dúvida!", respondeu o bilionário americano à pergunta feita por um repórter da CNN. Saddam Hussein e Mouammar Kadhafi foram derrubados em 2003 e 2011, respetivamente, durante as intervenções militares realizadas ou apoiadas pelos Estados Unidos.

"Olhem para a Líbia. Olhem para o Iraque. Antes não havia terroristas no Iraque. Ele (Saddam Hussein) matavo-os imediatamente. Agora o Iraque tornou-se na universidade de excelência do terrorismo".

Sobre o mesmo tema, o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair pediu desculpa pelos erros cometidos na mesma guerra do Iraque, em 2003, mas diz não se arrepender de ter derrubado o ditador Saddam Hussein.

«Posso pedir desculpas pelo facto de as informações fornecidas pelos serviços secretos serem falsas. Apesar de ele [Hussein] ter usado armas químicas extensivamente contra seu povo e contra outros, o programa na forma como nós pensávamos não existia», afirmou Blair numa entrevista exclusiva à CNN.

Foi com base numa alegada destruição em massa, por parte do regime de Saddam Hussein, que os governos norte-americanos e britânicos justificaram a invasão ao Iraque.

No que diz respeito à queda de Saddam Hussein, Tony Blair reconhece que «mesmo hoje, em 2015, julgo que é melhor ele não estar lá», afirmou tendo portanto opinião diferente de Donald Trump. A verdade mais importante não foi pelo jornalista da CNN colocada - quantos inocentes morrem hoje no Iraque e quantos morriam antes, disso parece que Blair não está arrependido.[FM]