Internacional

Kerry diz que Assad não tem condições para governar a Síria

2015-11-01 04:57:04 (UTC+00:00)

Na cimeira que se realizou em Viena sobre o conflito sírio, em que participaram diferentes chefes da diplomacia, houve uma manifestação de discórdia de John Kerry, secretário de Estado norte-americano, relativamente a Bashar al-Assad.

"A posição dos Estados Unidos é a de que não há qualquer possibilidade do presidente Assad conseguir unir e governar a Síria. Acreditamos que os sírios merecem uma escolha diferente e o nosso objectivo é trabalhar com os sírios de várias facções para desenvolver essa escolha mas não podemos permitir que essa diferença seja um obstáculo à diplomacia para acabar com a matança e encontrar uma solução".

Enquanto os diplomatas discutem, no terreno pelo menos 64 pessoas morreram, entre as quais 28 crianças, nos bombardeamentos efectuados pelos exércitos da Síria e da Rússia nas últimas 24 horas, na localidade síria de Alepo, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A Organização Não Governamental, com sede em Londres mas com fontes no interior da Síria, revelou que os aviões russos já provocaram 600 mortos, em grande parte civis, desde o início dos ataques a 30 de setembro. [FM]