Internacional

Ki-Moon admite que a ONU falhou em relação à guerra na Síria

2015-09-08 04:57:15 (UTC+01:00)

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, reconheceu que o conselho de segurança falhou em relação à guerra na Síria.

Ban Ki-moon atribui a culpa às divisões existentes entre as grandes potências, nomeadamente a China e a Rússia, que sempre votaram contra uma intervenção militar.

"As Nações unidas estão muito empenhadas na promoção da paz e da segurança, no desenvolvimento e nos direitos humanos. É claro que, umas vezes tivemos sucesso, noutras, não conseguimos ter sucesso, como vimos na crise na Síria", afirmou Ban Ki-moon, numa entrevista ao britânico The Guardian.

"Precisamos de solidariedade, de um ponto comum entre os membros do Conselho de Segurança. Quando estão divididos, é extremamente difícil as Nações Unidas cumprirem o seu dever", frisou. [FM]