Internacional

Magufuli é o candidato do Chama Cha Mapinduzi

2015-07-14 06:36:08 (UTC+01:00)

Na Tanzânia, o CCM, partido no poder, designou no domingo, dia 12, John Magufuli para representá-lo na próxima eleição presidencial.

Aos 55 anos, o actual ministro das Obras Públicas tem grandes possibilidades de sucessor ao chefe do Estado Jakaya Kikwete, que este ano encerra o seu ciclo de dois mandatos de cinco anos no poder.

A sucessão do presidente Kikwete foi muito disputada no Chama Cha Mapinduzi (CCM), no poder desde a independência da Tanzânia em 1964. Trinta e oito candidatos concorriam para a lugar. Foi necessária uma semana de deliberações e votações sucessivas para se chegar à uma escolha, a de John Pombe Magufuli.

Foi em Dodoma, a capital constitucional da Tanzânia, durante o Congresso do CCM que Magufuli foi eleito.

Magufuli reuniu 87 por cento dos votos, bem à frente da ministra da Justiça, Asha-Rose Migiro, bem como da embaixadora da União Africana, em Washington, Amina Salum Ali, os outros dois candidatos que com ele chegaram à votação final.

Ex-professor de matemática e química, eleito deputado no norte , nas últimas eleições, o até agora ministro das Obras Públicas não era, à partida, favorito, diante de concorrentes como o vice-presidente, Mohamed Bilal, o primeiro-ministro, Mizengo Pinda, e os ex-chefes de governo Edward Lowassa e Frederick Sumaye.

A eleição presidencial, mas também as legislativas e locais, estão previstas para 25 de Outubro próximo.

Nessa votação, o CMM e o seu candidato Magufuli têm pela frente uma oposição que, pela primeira vez, está com planos de fazer uma frente comum.

Não há dúvida de que a CCM continua a ser um grande partido experiente, cuja formação e história ainda ressoam com os ideais da Tanzânia em tanto que nação, mas a imagem do partido tem sido manchada por escândalos de corrupção e divisões internas. [FM]