Internacional

Maio foi o mês mais mortífero na Síria

2015-06-02 05:50:17 (UTC+01:00)

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) alertou, ontem, que o mês de Maio foi o mais sangrento do ano na Síria, com pelo menos 6637 mortos.

Citada pela France Presse, a OSDH precisou que o número de óbitos inclui cerca de 1285 civis, mais de metade vítimas de ataques aéreos levados a cabo pelos soldados afetos ao Presidente sírio, Bashar al-Assad.

Em Maio, 793 dos mortos eram militantes das forças rebeldes e curdas, enquanto as vítimas entre as fileiras de extremistas (Frente al-Nusra e Estado Islâmico) foram 2109.

Segundo os números do OSDH, registaram-se ainda 2242 mortos entre os soldados de al-Assad. Os dados incluem também as mortes de 208 estrangeiros.

Estes dados representam uma subida de mais de duas mil vítimas mortais face a Abril. [FM]