Internacional

Merkel quer Conselho de Segurança alargado a mais países

2015-09-28 10:34:14 (UTC+01:00)

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu sábado que o Conselho de Segurança das Nações Unidas deve ser alargado e repensado, considerando que essa situação permitirá uma melhor gestão das crises internacionais.

Esta ideia também é partilhada por Brasil, Índia e Japão, que exigiram a entrada no Conselho de Segurança.

De referir que, actualmente, o Conselho de Segurança conta com apenas cinco Estados permanentes Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido, sendo secundado por mais dez não permanentes, que mudam regularmente.

"É necessário mais do que nunca um Conselho de Segurança mais eficaz e representativo para regular as crises e os conflitos globais surgidos nos últimos anos", lê-se num comunicado conjunto dos quatro países (Alemanha, Brasil, Índia e Japão), após os seus líderes terem estado reunidos em Nova Iorque, Estados Unidos. [FM]