Internacional

Militares em cimeira regional para derrotar Boko Haram

2015-06-11 06:25:00 (UTC+01:00)

Altos responsáveis militares da Nigéria, Níger, Chade, Camarões e Benin reuniram-se terça-feira em Abuja para reforçar o seu plano de combate contra o grupo radical islâmico Boko Haram (BH), que deve ser concluído pelos chefes de Estado hoje.

A reunião sublinha a “determinação comum de trabalhar em conjunto para por termo a uma ameaça que se tornou regional e mesmo mundial”, afirmou o chefe do estado-maior general das Forças Armadas nigerianas, Alex Badeh.

“Se existe um momento para falarmos a uma só voz apesar das nossas diferenças, é agora”, disse Badeh, segundo a AFP, na abertura da reunião.

O encontro dos chefes de estado-maior dos países aliados contra o Boko Haram precedeu uma cimeira dos chefes de Estado dos cinco países, hoje, igualmente na capital da Nigéria.

A aliança contra o movimento radical islamita visa o estabelecimento de uma nova força mais homogénea, apoiada pela União Africana (UA). Esta força multinacional, que deveria ter estado operacional em Novembro último, terá o seu quartel-general na capital chadiana, N’Djamena, sob comando nigeriano.

A Nigéria, o Níger, o Chade e os Camarões já iniciaram uma cooperação militar no nordeste da Nigéria, onde se juntam as suas fronteiras e têm obtido êxitos contra o BH nos últimos meses.

O novo presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, que tomou posse a 29 de Maio último, comprometeu-se a vencer a revolta do BH que provocou já mais de 15 mil mortos desde 2009.

Buhari acaba de terminar um périplo por alguns países vizinhos, nomeadamente o Chade e o Níger, centrada na crise do Boko Haram. [FM]