Internacional

Não há clara evidência de terrorismo na queda do avião russo

2015-11-04 05:24:57 (UTC+00:00)

O director dos serviços secretos norte-americanos, James Clapper, disse não haver clara evidência de que o terrorismo tenha sido responsável pela queda do avião russo de passageiros que causou a morte de todos os ocupantes da aeronave.

Falando numa cimeira sobre defesa em Washington, Clapper disse ser pouco provável que o Estado Islâmico (que reivindicou responsabilidade pelo despenhamento do aparelho) tenha capacidade para realizer um tal ataque, mas acrescentou que “não podemos descartar tal possibilidade”.

"Não temos ainda qualquer cevidência clara de envolvimento terrorista", disse.

A companhia aérea russa disse que o Airbus 321 despenhou-se devido a factores “ externos e que não foram detectadas falhas técnicas para a sua aparente explosão no ar.

Tanto Cairo como Moscovo desvalorizaram a alegação do braço egípcio do Estado Islâmico de que abateu o avião que voava da estância turística de El-Sheikh com destino a Rússia sábado último, matando todas as 224 pessoas a bordo.

Os investigadores estão a examinar todas as possíveis causas enquanto exploram toda a remota área da queda do aparelho, na Península do Sinai, como parte de uma investigação liderada pelo Egipto, que também envolve peritos russos, da companhia aérea, e da Irlanda, onde o avião estava registado. [FM]