Internacional

Paquistão anuncia morte do líder do principal grupo armado anti-xiitas

2015-07-29 14:09:45 (UTC+01:00)

Paquistão anunciou hoje a morte do líder do mais violento grupo armado islamita anti-xiita, morto com os seus principais "braços direitos" durante um tiroteio com a polícia.

Malik Ishaq, de cerca de 55 anos, era o influente líder do Lashkar-e-Jhangvi (LeJ), próximo da rede terrorista Al-Qaida e acusado de numerosos ataques, em parte reivindicados, contra a minoria xiita, que considerava traidora do islão.

O líder do LeJ integrava também a lista de pessoas acusadas de terrorismo pelo Governo dos Estados Unidos.

Em dezembro passado, na sequência do atentado de um comando rebelde talibã em Peshawar, no qual morreram mais de 130 estudantes, o Governo paquistanês anunciou que não ia tolerar grupos armados islamitas violentos.

A morte de Malik Ishaq e de 13 membros do grupo, incluindo dois dos seus filhos, foi anunciada à agência noticiosa francesa AFP pela polícia e autoridades da província de Punjab, berço do LeJ. [FI]