Internacional

Polícia sul-africana recupera 12 corpos numa mina clandestina

2015-09-16 05:52:22 (UTC+01:00)

A Polícia sul-africana recuperou segunda-feira os corpos de 12 mineiros que trabalhavam numa exploração de ouro clandestina localizada no município de Springs, a leste da cidade de Joanesburgo.

Os homens morreram há cerca de uma semana, na sequência de uma explosão provocada por um gerador eléctrico.

As operações de resgate prolongaram-se até segunda-feira devido ao fumo que se alojou nas galerias subterrâneas após a explosão, segundo explicou um representante da Polícia local, citado pelos “media” sul-africanos.

Todos os anos morrem soterrados dezenas de mineiros ilegais na África do Sul, onde a exploração de minas abandonadas por grupos organizados são um negócio que vale vários milhões de randes.

Também são frequentes naquele país confrontos violentos entre grupos rivais de exploração de minas, a Polícia e as empresas privadas de segurança.

O roubo de minerais e o controlo de minas são geralmente os motivos dos confrontos entre os grupos de mineiros clandestinos, geralmente constituídos por imigrantes oriundos do mesmo país.

Muitas vezes provenientes de países vizinhos como Moçambique e Lesoto, estes mineiros chegam a passar várias semanas debaixo de terra à procura de ouro ou de outros metais preciosos. Estes homens vendem depois os metais preciosos a intermediários.

A região de Springs e os seus arredores foram em finais do século XIX e no início do século XX o epicentro da febre do ouro na África do Sul, actividade que ajudou então ao crescimento da cidade de Joanesburgo. Nesta região existem actualmente muitas minas abandonadas. [FM]