Internacional

Presidente angolano extingue comissão de apoio aos familiares do acidente da LAM

2015-05-19 13:28:47 (UTC+01:00)

O Presidente angolano extinguiu a comissão inter-ministerial de apoio aos familiares dos nove cidadãos nacionais vítimas do acidente com uma aeronave das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM).

O avião, que fazia a ligação Maputo/Luanda, despenhou-se no Parque Nacional de Bwabwata, no norte na Namíbia, a 29 de Novembro de 2013, provocando a morte dos seis tripulantes e 27 passageiros.

Seguiam no avião dez cidadãos moçambicanos, nove angolanos, cinco portugueses, um francês, um chinês e um brasileiro, que também detinha nacionalidade portuguesa.

Em Abril de 2014, o Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, criou uma comissão inter-ministerial para acompanhamento e apoio aos familiares dos nove angolanos vítimas do acidente aéreo, coordenada pelo ministro das Finanças, Armando Manuel.

Tinha por incumbência incrementar o processo de transladação e exéquias das vítimas, acompanhando todas as fases, actos e processos relevantes para a organização das equipas de especialistas nacionais para a identificação dos corpos, bem como a salvaguarda de interesses e direitos dos familiares junto da LAM.

Por despacho presidencial de 05 de Maio, José Eduardo dos Santos extingue esta comissão, que envolvia ainda os ministros do Interior, das Relações Exteriores, dos Transportes e da Saúde, mas sem se conhecerem detalhes sobre a concretização da missão desta comissão.

No mesmo despacho são extintas mais 15 outras comissões, para tratar diferentes matérias, criadas pelo Governo angolano nos últimos meses. [FM]