Internacional

Principal partido da oposição na RSA elege jovem negro para chefiar a formação política

2015-05-11 07:21:01 (UTC+01:00)

A Aliança Democrática (DA), o principal partido da oposição na África do Sul, elegeu ontem, um novo líder, Mmusi Maimane, “jovem e dinâmico”, que se torna no primeiro negro a chefiar a formação política.

Mmusi Maimane, celebra 35 anos em Junho próximo, líder parlamentar da DA desde Junho de 2014, sucede a Helen Zille, que renunciou inesperadamente no mês passado, após oito anos a frente do partido.

O novo jovem líder disputava a chefia do partido com Wilmot James, 62 anos, membro do Parlamento e Presidente do Conselho Federal do partido. Ele venceu com 93 por cento dos votos no congresso realizado em Port Elizabeth.

No seu último discurso como líder do partido, Helen Zille, 64 anos, disse que este fim-de-semana marcava um ponto de viragem na história da DA. Muito emocionada e aplaudida pela multidão, ela apelou à união para “construir um partido forte, capaz de competir com o ANC”.

Segundo fontes, Mmusi tem um amplo apoio de várias estruturas do partido.

A eleição de Maimane é um "marco histórico" para o partido. Até agora, a DA foi considerado o "partido dos brancos", pelo que esta eleição é vista como uma estratégia de mudança interna com o objectivo de se tornar numa alternativa real ao Congresso Nacional Africano (ANC, sigla em inglês), partido no poder desde o fim do sistema segregacionista do "apartheid", em 1994.

A DA está atraindo cada vez mais a classe média negra. Na última eleição, o partido teve 22 por cento dos votos, um avanço histórico, mas ainda longe de ser preocupação do ANC.

Maimane, apelidado de "Barack Obama do Soweto”, cresceu neste grande “township” de Joanesburgo, que esteve na vanguarda na luta contra o “apartheid”, numa família próxima do ANC.



[FM – FOLHA DE MAPUTO]