Internacional

Seis soldados do Chade mortos num ataque do Boko Haram

2020-01-28 07:54:44 (UTC+00:00)

Seis soldados do Chade foram mortos e dez ficaram feridos num ataque na segunda-feira perto da ilha de Tetewa, no Lago Chade, atribuído ao grupo 'jihadista' Boko Haram, disse hoje o exército chadiano.

"Os nossos homens estavam a patrulhar a zona quando foram atacados por elementos do Boko Haram. Lamentamos seis mortos e dez feridos", disse à agência de notícias francesa AFP o general Taher Erda, chefe do Estado-maior do exército do Chade.

De acordo com o relatório Armed Conflict Location & Event Data Project (ACLED), com sede nos Estados Unidos, em 2019, divulgado na semana passada, a violência política nos países da região do Sahel - Níger, Chade, Burkina Faso, Mauritânia e Mali - continuou a escalar, tendo-se registado mais de 2.100 eventos e protestos violentos, de que resultaram 5.360 mortes.

A violência contra civis representou a maioria dos conflitos (870) registados, seguida de confrontos, protestos, explosões ou violência remota e motins.

O relatório refere que o número de mortes em 2019 representa quase o dobro das registadas nos cinco países no ano anterior, assinalando que "uma multiplicidade de grupos islamitas globais e locais com interesses sobrepostos" e uma "fraca resposta das forças de segurança" contribuiu para o aumento da insegurança.