Internacional

Senegal envia 2100 soldados para combaterem no Iémen

2015-05-06 12:43:10 (UTC+01:00)

O ministro dos negócios estrangeiros senegalês, Mankeur Ndiaye, anunciou que vai contribuir com 2100 soldados para a coligação militar liderada pela Arábia Saudita envolvida no conflito do Iémen.

DAKAR- A intervenção saudita no Iémen, que já se transformou no maior conflito regional, teve início quando o presidente Abdrabbuh Mansour Hadi fugiu da capital Sanaa, que até hoje continua tomada pelas forças rebeldes do movimento Houthi.

De acordo com o ministro senegalês, citado pela agência Reuters, o propósito da coligação armada é "a proteção dos lugares sagrados do Islão". O anúncio chega num momento em que a Arábia Saudita anunciou que está a ponderar uma trégua temporária que permita a ajuda humanitária à população.

FM- [FOLHADEMAPUTO.CO.MZ]