Internacional

Trump proíbe voos de todos os Boeing 737 MAX 8 e MAX 9

2019-03-14 08:49:45 (UTC+00:00)

Donald Trump afirmou, ontem, que assinou uma ordem para impedir que os aviões do modelo Boeing 737 Max 8 e Max 9 voltem a levantar voo.

A decisão acontece depois de dois modelos deste avião terem estado envolvidos em acidentes fatais, o último deles na Etiópia, que provocaram dezenas de vítimas.

"Esses aviões deverão ficar em terra imediatamente. A segurança é a nossa principal preocupação", afirmou Trump, citado pelo USA Today.

Depois de o Canadá ter anunciado que iria interditar os modelos Boeing 737 MAX 8 no seu espaço aéreo, os Estados Unidos eram a única Nação que continuava a pilotá-los. Situação que sofreu hoje um reverso.

Ao grupo de países que seguiram a decisão da autoridade de aviação civil da China, e depois da Etiópia e da Mongólia na segunda-feira, juntaram-se no dia seguinte os 28 membros da União Europeia, entre vários outros países, e ascende agora a 57 o número de capitais que anunciaram o encerramento do respetivo espaço aéreo ou a imobilização de aparelhos daqueles modelos.

Os dois novos modelos da Boeing são os atuais campeões de vendas da construtora aeronáutica norte-americana, mas os 376 aparelhos entregues até fevereiro a companhias aéreas e de 'leasing' em todo o mundo, é um número ainda relativamente pequeno, quando comparado com um total de 24.400 aeronaves do construtor norte-americano a sobrevoar o planeta em finais de 2017.