Internacional

Tsipras procura apoio do Syriza para o acordo alcançado em Bruxelas

2015-07-14 10:45:56 (UTC+01:00)

Cresce a resistência interna ao acordo assinado pelo primeiro-ministro helénico, Alexis Tsipras, com os credores internacionais, a alternativa europeia à saída da Grécia do Euro.

O chefe do executivo grego está reunido, desde esta terça-feira de manhã, com a liderança do Syriza para conseguir o apoio do partido para o acordo alcançado, ontem, ao cabo de 17 horas de discussão.

Enquanto o ministro do trabalho grego já prometeu eleições antecipadas, a principal confederação de sindicatos da função pública marcou uma greve geral para esta quarta-feira.

Por outro lado, são muitos os dirigentes e deputados do Syriza que já prometeram votar contra o acordo alcançado com Bruxelas e que deve, antes, passar pelo escrutínio do parlamento.

O documento assinado pelo chefe do executivo grego vai muito além da anterior proposta do Eurogrupo, rejeitada em referendo, e prevê o aumento da idade da reforma, a subida do IVA, a privatização de importantes setores económicos, a liberalização do mercado laboral e a retirada de vários direitos sociais, para além da hipoteca de 50 mil milhões de activos do erário público helénico. [FM]