Internacional

Washington insiste com Tripoli para necessidade de cessar-fogo

2020-05-23 15:32:42 (UTC+01:00)

O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, insistiu ontem com o Governo da Líbia para a necessidade de um cessar-fogo, num momento em que as forças governamentais estão a conseguir repelir a ofensiva do marechal Khalifa Haftar.

Num telefonema para o primeiro-ministro do Governo líbio internacionalmente reconhecido, Fayez al-Sarraj, o secretário de Estado norte-americano "reiterou a oposição dos Estados Unidos ao fluxo persistente de armas e munições que chegam ao país", de acordo com um comunicado de imprensa da diplomacia norte-americana.

Pompeo e Fayez al-Sarraj "sublinharam a importância de um fim imediato dos combates e um retorno ao diálogo político".

Em abril de 2019, as forças do marechal Haftar, homem forte do leste da Líbia, lançaram uma ofensiva para conquistar Tripoli, a capital e sede do Governo de União Nacional, em plena luta pelo poder neste país petrolífero mergulhado no caos desde a queda do regime de Muammar Kadafi em 2011.

Ao longo dos meses, as interferências estrangeiras exacerbaram o conflito, com os Emirados Árabes Unidos e a Rússia a apoiar o campo de Haftar e a Turquia o do Governo.

Com o aumento do apoio turco, as forças pró governamentais têm alcançado progressos militares nas últimas semanas.

Os Estados Unidos apoiam oficialmente o Governo de Fayez al-Sarraj, mas esta posição é confusa pelo passado, especialmente pelos elogios do Presidente norte-americano, Donald Trump, ao marechal Haftar em abril de 2019.