Nacional

África do Sul decidiu pela extradição de Manuel Chang para Moçambique

2019-05-21 19:45:03 (UTC+01:00)

O ministro sul-africano da Justiça e de Serviços Correcionais, Michael Masutha, decidiu extraditar o antigo ministro das Finanças, Manuel Chang, para Moçambique, sua terra natal.

A decisão foi anunciada nesta terça-feira, 21, pelo porta-voz do governante.

Masutha disse acreditar que com esta decisão “a justiça será bem servida” e acrescentou ter analisado também o pedido da justiça americana.

Manuel Chang foi detido na África do Sul em final de Dezembro de 2018, a pedido da justiça americana, apontado como sendo o principal responsável pelo caso das chamadas “dívidas ocultas”, que, com a ajuda de banqueiros e empresários estrangeiros, e agentes moçambicanos, lesaram o Estado moçambicano em cerca de dois mil milhões de dólares.

Lembre-se que Procurado Geral da República, Biatriz Buchili, disse, há quando do Informe na Assembleia da República, que a extradição da Chang para Maputo satisfazia os interesses de Moçambique, no caso das dividas ocultas, que qualquer outra decisão.[CC]