Nacional

Acreditados dez novos embaixadores

2015-09-18 07:42:52 (UTC+01:00)

O presidente da República, Filipe Nyusi, acreditou ontem, em Maputo, 10 novos Embaixadores, dos quais dois são do continente africano, nomeadamente Salamata Sawadogo, do Burkina Fasso, e Mamadi Camara, da Guiné Conacri.

MAPUTO - Segundo escreve a Agência de Informação de Moçambique (AIM), os outros diplomatas acreditados pelo estadista moçambicano msão Bruno Clere, Embaixador da França; Nenad Prelog, Embaixador da Croácia; Adam J. Mccarthy, Alto Comissário da Austrália; Cheryl Spencer, Alta Comissária da Jamaica; Shabbir A. Chowdhurdy, Alto Comissário de Bangladesh; Daniel Castillos Gómez, Embaixador de Uruguai; Joseph G. B. Angeles, Embaixador das Filipinas e Bozin Nikolic, Embaixador da Sérvia.

Falando momentos após a acreditação dos chefes de missões diplomáticas daqueles 10 países, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, explicou que, durante as breves conversações mantidas em momentos separados entre o Presidente Nyusi e os diplomatas, abordou-se essencialmente o cimentar das relações económicas incrementadas pelo investimento.

Acrescentou também que as relações entre Moçambique e os dez países estendem-se até a formação e ao desenvolvimento das infra-estruturas.

De todos os Embaixadores credenciados, apenas a França é que está baseado em Maputo, e os restantes residem na capital sul-africana, Pretória.

Para os nove Embaixadores que residem em Pretória, segundo Baloi, o desafio que lhes foi lançado foi que, apesar da distância, deviam ir para lá e produzir resultados. É evidente que a eficácia da cooperação nestes termos (da múltipla acreditação) é extremamente exigente em termos de viagens, boa programação das actividades, disse.[OD]