Nacional

Caso Castelo Branco:Liberdade de imprensa ilibada

2015-09-16 14:41:51 (UTC+01:00)

No julgamento ocorrido hoje, do caso Castelo Branco, que culminou com a absolvição dos dois cidadãos que se sentaram no banco dos réus, foi ilibada também a liberdade de expressão e de imprensa.

De acordo com o jornalista, Fernando Mbaze, que acompanhou Carlos Castelo Branco no banco dos réus, a sentença lida esta quarta-feira, não livra apenas os dois das acusações do Ministério Público, mas também tirou as amarras que prendia a liberdade de expressão e de imprensa “porque continuaremos a pensar e emitir livremente nossas opiniões”.

Ainda segundo o jornalista, a sentença lida pelo juiz João Guilherme, foi além do conteúdo jurídico mais foi também uma aula de sapiência.

“Foi lida a sentença que na verdade não foi só uma sentença mas foi uma aula de sapiência a todo o sistema de justiça, porque na verdade disse tudo desconstruiu do princípio ao fim toda a acusação”, Mbaze.

A posição do jornalista é reforçada pelo professor Castelo Branco “eu estava convicto que o juiz ia dar essa sentença e o fez de uma maneira profunda clara e didática.

No fim o jornalista apelou aos colegas que continuemos a trabalhar “quando as coisas não estão bem devem ser criticadas”. [FI]