Nacional

CIP denuncia mau uso da Parceria Público-Privada no país

2015-06-23 16:01:04 (UTC+01:00)

Um estudo divulgado ontem pela organização não-governamental, Centro Integridade Publica (CIP), denuncia "a promoção de negócios privados em detrimento do interesse público".

De acordo com a “Lusa” a concessão do Estado para produção e distribuição de chapas de matrícula de veículos automóveis e de reboque à empresa Whasintelec é um "exemplo prático de como as elites se apropriam dos negócios do Estado para colher benefícios económicos e prejudicar o Estado e, em última instância, o cidadão", afirmou o Centro de Integridade Pública (CIP).

O estudo, divulgado no 'site' do CIP, a investigação sobre esta PPP mostra a existência "em todas as etapas do processo, de manipulação para tirar benefícios legais".

"Ao fim de quatro anos de implementação [da PPP], nem postos de trabalho, nem serviços de qualidade disponibilizados a preços competitivos foram criados. Não é possível avaliar a remuneração ao Estado pelo fornecimento das chapas de matrícula, na medida em que não existe mecanismo transparente de controlo da actividade da concessionária", sublinhou a ONG. [FI]