Nacional

David Simango considera um desafio problema de transporte em Maputo

2015-11-10 14:16:25 (UTC+00:00)

O Presidente do Conselho Municipal de Maputo, David Simango, reconhece que o drama dos transportes nesta urbe constitui o principal desafio que se coloca para os próximos tempos.

MAPUTO - Simango fez estes pronunciamentos hoje, em Maputo, momentos depois da deposição de flores na Praça dos Heróis, por ocasião das comemorações dos 128 anos da cidade das acácias.

“Neste momento, o desafio que temos está relacionado ao drama dos transportes. Os nossos munícipes são transportados em condições não desejáveis. Por isso, o desafio é aumentar em quantidade e qualidade os transportes”, disse Simango, citado pela AIM.

Devido a carência de meios de transportes na capital moçambicana, nos últimos anos, cidadãos têm sido transportados em carrinhas de caixa-aberta, vulgo my love, colocando as suas vidas em risco.

Para inverter este cenário, o edil de Maputo explicou que o município adquiriu, no corrente ano, 50 autocarros e lançou um concurso para aquisição de mais 200 autocarros para sector público-privado que farão o percurso Maputo-Matola.


Ele acredita que a aquisição de meios de transportes mais confortáveis pode contribuir para redução do engarrafamento, quando as pessoas se sentirem confortáveis poderão apanhar meios de transportes públicos, deixando as suas viaturas nas suas residências.

“Essas são actividades a curto prazo. A longo prazo temos em vista a BRT (Bus Rapid Transit) que vai ligar o corredor da Praça dos Heróis à Praça dos Combatentes”, destacou.


O edil explicou que actualmente estão a decorrer consultas de estudo do impacto ambiental que terminam próxima semana.


Para além da BRT e da aquisição de autocarros, Simango recordou que estamos a desenvolver o metro de superfície e esperamos fechar estes projectos entre dois a três anos.


“O que posso dizer é que estamos preocupados e queremos resolver. Estamos a fazer tudo para mudar este cenário”, sublinhou.

Um outro desafio, não menos importante, colocado por Simango está relacionado com a urbanização dos distritos urbanos em Maputo.

“O nosso desafio é que as áreas não urbanizadas se tornem urbanizadas. Ainda ontem estivemos com uma delegação a Turquia que também teve uma experiência igual a nossa e está trabalhar connosco na requalificação”, explicou. [OD]