Nacional

Depreciação do metical obriga BM a aumentar juros

2015-10-19 10:04:30 (UTC+01:00)

Para fazer face a depreciação do metical face ao dólar e a subida generalizada de preços, o Banco de Moçambique (BM) acaba de aumentar as taxas directoras.

MAPUTO - É com o pensamento na diminuição da quantidade de moeda em circulação e na redução da pressão inflacionária nos preços, devido a depreciação do metical, face ao dólar norte-americano que o BM decidiu, esta semana, aumentar as taxas de juro de referência para 7,75% nos créditos e para 2% nos depósitos.

Trata-se de uma decisão que terá um efeito dominó nos bancos comerciais que vão elevar as taxas de juro activas, o que vai retrair o consumo e o investimento, diminuição na procura que ao cabo de algum tempo deverá refrear a subida generalizada dos preços que se regista actualmente.

O Banco Central que não mexia nas taxas directoras desde finais de 2014, sublinha que tomou em conta os desenvolvimentos recentes da economia doméstica e internacional, dos respectivos riscos prevalecentes e as projecções de inflação para Moçambique, em 2016 que apontam para um nível superior à média dos últimos três anos.

Intervenção igual só aconteceu em 2010, altura em que o BM subiu as taxas directoras para refrear a depreciação do metical.

O Comité de Política Monetária do BM que manifesta a sua intenção de ver a inflação estável e reduzida cita ainda o Instituto Nacional de Estatística que refere o aumento da taxa de inflação para 0,12% em Setembro, o que contraria uma tendência de deflação registada nos meses anteriores. [OD]