Nacional

Desactivada “linha” clandestina de energia em Nacala Porto

2015-07-22 09:53:50 (UTC+01:00)

A Empresa Eletricidade de Moçambique (EDM) não precisou por quanto tempo mais a linha em causa alimentava em torno de noventa famílias, no bairro de Matalane, em Nacala Porto, que usavam a energia eletrica de forma clandestina.

De acordo com o director da Área de Serviço ao Cliente (ASC) na cidade portuária de Nacala, António Marrungane, citado pelo “Jornal Notícias” a sua descoberta resulta de um trabalho rotineiro de inspecção da empresa.

Durante os trabalhos da inspecção levada a cabo pela equipa da Electricidade de Moçambique foram descobertos clientes da EDM que decidiram retirar os respectivos contadores e fazer ligações a partir da linha ilegal, num raio de oito quilómetros.

Segundo Marrungane, a instalação desta “rede” em Matalane contou com electricistas que não são da EDM. Adiantou que a empresa já está no encalço destes com vista à sua neutralização e encaminhamento às instituições de direito para responderem em juízo pelos actos cometidos.

“Já temos alguns nomes e estamos a trabalhar com a Polícia para encontrar os visados. Em relação aos clientes que tinham contrato com a nossa empresa e que retiraram os contadores sem o nosso conhecimento, não nos restou outra alternativa senão suspender essas ligações, enquanto os ilegais vão ter de responder de acordo com a gravidade de cada caso”, explicou Marrungane.

Em caso de avaria eram chamados os electricistas que fizeram a instalação da linha clandestina. [FI]