Nacional

Duas empresas de exploração de madeira suspensas por violação da lei

2015-11-17 13:35:06 (UTC+00:00)

Na semana passada, o Governo de Sofala, suspendeu duas empresas de exploração de madeira devido à violação da Lei do Trabalho. As empresas são ainda acusadas de ignorarem as recomendações do sector do Trabalho no sentido de corrigirem as irregularidades.

MAPUTO – Segundo o jornal O País, trata-se de uma empresa nacional denominada Didi Madeia e a outra é estrangeira liderada por um grupo de empresários chineses denominada Shen Madeira. Entre as irregularidades detectadas, destaque vai para a falta de contratos de trabalho, excesso de trabalhadores estrangeiros, falta de inscrição de trabalhadores no sistema de segurança social, assim como o incumprimento da lei no processamento de madeira cerrada.

De acordo com o porta-voz do governo de Sofala, Hélcio Can­da, que também é director provincial dos Transportes e Comunicação, a decisão foi tomada na XI sessão ordinária do governo de Sofala, após conclui que as queixas dos trabalhadores e das comunidades onde operam as empresas em causa eram verídicas. [OD]