Nacional

Empresa madeireira chinesa suspensa em Sofala

2015-08-04 09:00:04 (UTC+01:00)

O Governo de Sofala acaba de suspender as actividades da empresa madeireira chinesa, Hen Xing, localizada no distrito do Dondo, em virtude de esta estar a cometer “crime laboral”.

MAPUTO - A medida de paralisação das actividades daquela firma, cujas actividades circunscrevem-se na compra, serração e exportação de madeira, foi determinada pelo director de Trabalho de Sofala, Jaime Chicamisse, momentos após a chefe do Executivo de Sofala ter efectuado uma visita relâmpago a esta e uma outra chamada Yixing Madeira, localizada no mesmo distrito.

Jaime Chicamisse explica que, para além de a empresa ter sido flagrada a violar as normas estabelecidas na lei laboral de Moçambique, pesou na tomada da tal decisão o facto de a Hen Xing ser reincidente, pois em Maio do corrente ano foi multada pelos mesmos motivos, nomeadamente a falta de respeito pelas normas de higiene e segurança no trabalho, contratos de trabalho, entre outras anormalidades.

“A primeira medida que tomamos tem a ver com a suspensão das actividades até que a empresa crie condições para que os trabalhadores possam exercer as suas actividades com segurança. A empresa foi multada em Maio deste ano pelos mesmos motivos e voltou a cometer as mesmas irregularidades”, disse Jaime Chicamisse, citado hoje pelo “Diário de Moçambique”.

Ele precisou que “os trabalhadores não tem equipamento de protecção individual e estão expostos a vários riscos. Os operários, cujo número vamos ter de apurar, porque vamos fazer a devida listagem, não tem contrato de trabalho sequer”. [MCM]