Nacional

Estado lesado em 540 milhões USD com exportação ilegal de madeira

2015-07-23 09:14:09 (UTC+01:00)

O Estado moçambicano perdeu nos últimos 10 anos cerca de 540 milhões de dólares norte-americanos com a exportação ilegal da madeira explorada nas florestas nacionais.

De acordo com o “Notícias” a revelação vem contida num relatório do estudo efectuado pela Universidade Eduardo Mondlane (UEM), no âmbito do lançamento do projecto “Governação Florestal em Moçambique: A Urgência do Momento”, uma iniciativa do Fundo Mundial para a Conservação da Natureza (WWF), com apoio da Embaixada da Suécia.

O estudo revela que os recursos florestais têm sido usados de forma insustentável e que a contribuição do sector de silvicultura na economia poderia ser ainda maior do que é se não emperrassem ilegalidades no processo de exploração e exportação.

Para além de inquietações, a pesquisa, feita por um grupo de três docentes da UEM, no sul, centro e norte de Moçambique, faz algumas recomendações, entre as quais a necessidade da revisão legal sobre o processamento da madeira, a requalificação das espécies, monitoria na atribuição de licenças simples e ainda a avaliação dos planos de maneio, seja de licenças simples como de licenças de concessão.[FI]